II Fórum de mídias e negócios

Palestra ministrada pelo escritor, publicitário e jornalista, José Luiz Tejon Megido, um dos palestrantes mais requisitados do Brasil com experiência nacional e internacional.

 

  Tejon inicia sua palestra falando da dúvida, que segundo ele o grande engano do homem é a dúvida. “Tem dúvida que salva, tem dúvida que mata”. Ela acontece em algumas situações da vida. Um grande profissional não tem dúvida, tem certeza no que faz.

Quando lidamos com a incerteza, sejam em situações militares, esportivas, negócios ou medicina, as crenças e a intuição muitas vezes nos deixam em maus lençóis.  O ser humano tem capacidade imensa de escolher errado, e quase tudo que temos ao nosso alcance, em nossa disposição foi resultado de um olhar atento, uma observação.

Para ele “Não deve haver engano entre a comunicação”. Comunicar é contar uma história. Uma comunicação bem feita aumenta a probabilidade de dar tudo certo.

Em seguida fala sobre mídias, “Todas as pessoas se transformaram em mídias”, portanto o primeiro drama é não conversar consigo mesmo e o segundo drama de um empresário é não compreender a importância da facilidade da mídia no mundo contemporâneo. O mundo mudou e as pessoas querem consumir as mesmas coisas. Não se relacionar com a mídia é simplesmente jogar fora tempo e dinheiro.

Tejon lança uma pergunta: O que eu aprendi a aprender? Essa é uma comunicação que parte de si próprio. A capacidade de aprender a cada dia é que vai fazer a continuação.

Ele ainda ensina que nada sai bem feito sem um bom planejamento, ou seja, não existe sorte, mas sim planejamento e preparação. Para atingir a excelência, são necessários muita disciplina e um planejamento minucioso.

Deve-se prestar atenção, e com isso passar a esta corrigindo coisas que vêem e principalmente coisas que não vê. Um olhar atento de um vendedor muda o tamanho do pedido. O que esses gênios captam que os outros não captam? Eles dão mais chance ao acaso, ou seja, muitas vezes se acerta em coisa incerta.

Dotado de grande sentimento de superação ele carrega consigo conhecimento de distintas superações, pessoais, empresariais e coletivas, que viveu na pele e escreve com conhecimento de causa. Ele não fala e não escreve nada que não tenha superado, e traz para sua vida aquilo que busca ensinar:  “Todos são exemplos de superação”. E ele claro é um grande exemplo de superação.

Finalizando aqui com uma das ótimas lições dele:

“Metade das razões pelas quais os líderes falham é por despreparo”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s